Dicas para alimentação saudável

Dicas para alimentação saudável

  1. Seja firme! É você quem estabelece os horários das refeições e os tipos de alimentos que vão para a mesa. Nunca a criança deve ter o poder sobre os pais na hora da refeição.

  2. Lembre-se que você deve comer os mesmos alimentos junto com seu filho. Não adianta oferecer uma alimentação saudável e o restante da família continuar comendo guloseimas e frituras na frente dele.

  3. Faça saladas atraentes, coloridas, inclua croutons e queijo branco

  4. Sopas são alternativas saudáveis para dias frios. Abuse de legumes e verduras.

  5. Nas omeletes, sempre acrescente legumes e verduras.

  6. Comer é um processo instintivo! Ninguém morre de fome! Se a criança se recusar a comer na hora do almoço, seja paciente e enfatize que é o horário daquela refeição e nunca ofereça outro alimento em troca. As crianças são inteligentes, e sabem que podem ganhar uma comida mais gostosa se recusarem!

  7. Respeite os horários! Não dê alimentos fora de hora. Guloseimas podem tirar totalmente a fome dos pequenos!

  8. Raspar o prato não é obrigatório! Caso isso se torne um hábito, a criança pode se acostumar a comer mais do que as necessidades sempre, e se tornar obesa no futuro.

  9. Não ofereça comida como recompensa!! Não fale que se ele se comportar ganha um doce, ou que pode comer sobremesa se aceitar a salada! A criança vai aprender a usar isso como desculpa para sempre ganhar o que quer!

  10. O ambiente da refeição é um ambiente tranquilo! Sem TV ou computadores. É necessária uma rotina de horários, com todos sentados a mesa, sem pressa!

  11. Varie os alimentos! Comer o mesmo todos os dias se torna entediante e enjoa!

  12. Se está preocupado que seu filho não come, primeiro se pergunte se ele não come mesmo ou você que gostaria que ele comesse além do que a idade dele permite! Se seu filho ganha peso e cresce de maneira a acompanhar a curva de crescimento, talvez não tenha motivos para se preocupar! Não espere que a criança coma a mesma quantidade que você! Lembre: eles são muito menores! A quantidade deve ser proporcional!

  13. Respeite o paladar do seu filho. Entendemos que os gostos são individuais. Por outro lado, não desista de introduzir um alimento após a primeira recusa. Sabemos que se leva tempo para a criança se acostumar com novos sabores.

  14. Não dê bebidas durante a refeição! Os líquidos ocupam espaço no estômago e podem tirar a fome para alimentos realmente necessários.

  15. Evite sucos artificiais de caixinha! São muito calóricos e cheios de sódio. Prefira utilizar essas calorias com alimentos saudáveis como frutas!
Dra. Lygia Oliveira

Área do Paciente

Acesso exclusivo para pacientes. Por favor, faça seu login!

Busca no Site